Resident Permit – Estônia

 

Antes mesmo de começar a escrever sobre esse assunto, não dá para acreditar que estou escrevendo sobre ele! Essa é uma das promessas que fiz a mim mesma, assim que tivesse meu ID em mãos eu falaria sobre esse assunto para que de alguma forma através deste post eu consiga ajudar alguém assim como obtive ajuda divina e humana para que hoje eu pudesse escrever sobre.

Assim que eu e meu marido nos mudamos para a Estônia, trouxemos todos os documentos mais importantes do qual você possa imaginar que irá precisar (já com tradução juramentada). Nos informamos através do Consulado da Estônia no Brasil quais documentos eram nescessários para que pudessemos ter tudo muito certo. E assim nos foi informado que no meu caso na posição de esposa, o meu pedido de residência poderia ser dado através da nossa união estável.

Quando chegamos em Tallinn já marcamos uma data e horário através do site da polícia para levar os documentos para o nosso resident permit, porém ao dar entrada no meu pedido descobrimos que precisaríamos da nossa união estável apostilada, pedimos uma segunda via do Brasil da tradução juramentada e apostilada e assim entregamos a polícia e aguardamos. Após quase 2 meses aguardando o ID do meu marido tinha saído, no caso dele foi mais simples pelo fato de ter dado entrada no processo através de um contrato de trabalho.

No dia que fomos pegar o ID do meu marido, faltavam 2 dias para o meu visto na Europa vencer, descobrimos que o meu pedido de permissão ainda não havia sido avaliado, eu precisava esperar. Então me foi orientada pelas policiais que eu tinha que fazer o meu pedido de extensão naquele momento, já que após 90 dias na Europa eu estaria ilegal, então foi feito meu pedido de extensão junto a uma carta que me pediram para escrever de próprio punho explicando o porque eu estava solicitando um pedido de extensão da minha estadia. Tive que comprar naquele exato momento um seguro saúde através de um site na internet, pois o mesmo tinha que ser anexado ao meu pedido de extensão.

Eu como brasileira poderia pedir uma extensão para 90 dias, mas naquele momento pensei, irei pedir para 30 e aguardar, pois já já eles devem me dar uma resposta sobre o meu processo de residência. E assim foi, passaporte entregue a polícia junto ao meu pedido  e no mais aguardar para que eles ligassem para dizer se me foi permitido o pedido. Esperei por 3 dias e no terceiro dia recebi um email da polícia falando que a minha solicitação de permissão de residência não tinha sido aceita pelo fato da Estônia não considerar a nossa união estável de quase 09 anos como um documento oficial de casamento,  e logo após uma ligação da polícia dizendo que meu pedido de extensão teria sido aceito que eu poderia ir pegar meu passaporte.

E logo se iniciou uma correria para nos casarmos na Estônia, fomos ao cartório ” Vital Statistics Department ” (Endereço: Parnu mnt 67) de Tallinn no mesmo dia , lá você precisa entregar certidão de solteiro com validade mínima de 06 meses de ambas partes , certidão essa que conseguimos tirar no mesmo dia na embaixada Brasileira em Tallinn, passaporte, certidão de nascimento, preencher um formulário com algumas informações pessoais, pagar uma taxa e marcar a data do casamento, porém essa data só pode ser marcada após 30 dias da data da entrada do pedido.

Tinha um porém, eu teria que realizar novamente meu pedido de extensão na polícia, já que meu visto iria vencer antes mesmo da data do casamento, o pedido de extensão da estadia só pode ser feito antes de 03 dias do fim da validade da primeira extensão. E lá fomos nós novamente realizar esse pedido, tivemos que explicar todo o processo que tínhamos passado até o momento como relatado acima e mostrar um documento que era nossa prova que realmente tínhamos marcado para realizar o casamento na Estônia, porém desta vez eu poderia pedir mais 60 dias de extensão já que o primeiro me foi concedido 30 dias, porém a policial me informou que não seria necessário pedir os 60 dias e sim + 30, já que quando você se casa na Estônia o documento de casamento já é interligado com a polícia, e eles têm acesso a esse documento muito rápido.

Então desta forma foi feito, aguardei, e assim foi aceito e pudemos nos casar. No mesmo dia do casamento eles já lhe entregam o documento de casados, para garantir enviei uma cópia do documento  via correiros para o endereço que a polícia me informou. Como o casamento foi no sábado aguardei a segunda-feira chegar para que eu pudesse ir na polícia e garantir mais uma vez que eles recebessem essa certidão de casamento; ao chegar na polícia me informaram que eu não precisaria entregar a certidão de casamento já que eles já haviam verificado a minha certidão no sistema deles. Me disseram que eu poderia aguardar que no prazo máximo de 01 semana eu poderia receber um email da polícia para ir pegar meu ID, no mesmo dia já recebi um email da polícia dizendo que meu pedido de permissão de residência foi aprovado, com o meu número de ID, e logo após uma semana fui pegar meu ID.

Agradecida a Deus ,os santos e anjos e a todas as pessoas que nos ajudaram de alguma forma.

A paixão por Tallinn, pela Estônia é tamanha que em nenhum momento não acreditei que não ia dar tudo certo. Pensamento positivo, muita fé e correr atrás e assim tudo deu certo. Se você tiver qualquer dúvida, me inscreva, será um prazer poder lhe informar de alguma forma.

 

4 comentários sobre “Resident Permit – Estônia

  1. Guilherme Engmann disse:

    Parabéns! Sei como é difícil eu também estou lutando por um modo de ir legalmente com permissão.

    Sou bisneto de estoniano e por motivo burocráticos minha descendência nao é valida. Agora so me restou ou casar com uma estoniana ou um contrato de trabalho….

    Novamente Meus Parabéns! Aproveite Tallinn por mim e todos que desejam um dia poder ver essa maravilha de perto!

    Curtir

    • Sáskia Doehler disse:

      Obrigada Guilherme. Tentei resumir a história e toda a experiência em um só post, pois foram quase 5 meses de de muita história para contar para que eu pudesse hoje estar tranquila em Tallinn e viver essa cidade linda. Independente da dificuldade o meu conselho é se você realmente têm como objetivo se mudar para a Estônia ou qualquer que seja outro País seja sempre positivo e não desanime que um dia o seu sonho pode se tornar real e você será grato por todas as dificuldades que passou para alcança-ló. Um abraço e boa sorte sempre.

      Curtir

  2. Rayssa disse:

    Saskia, sua história foi inspiradora, eu estou quase desistindo de tirar a minha cidadania porque me falta um documento do meu avô, você acha que se eu for até a Estônia eu conseguiria mais fácil?
    Me ajuda por favor.

    Bjs

    Rayssa Olberg

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s